Fone: (41)99620-6720 | E-mail: contato@audiconsul.com.br | Chat online |

Plataforma Sage

Blog

Quando é o Momento de Pedir Empréstimo Para Superar a Crise?

Por conta do COVID-19 muitos empreendedores passam por dificuldades financeiras. Veja a seguir, qual é o momento de pedir empréstimo para superar a crise.

Quando é o Momento de Pedir Empréstimo Para Superar a Crise?

Por conta do COVID-19 muitos empreendedores passam por dificuldades financeiras. Veja a seguir, qual é o momento de pedir empréstimo para superar a crise.
A crise econômica brasileira vem piorando a cada ano, mas nada se compara à situação atual, provocada pelo distanciamento social necessário a fim de diminuir a disse inação do Coronavírus.
Muitas empresas estão fechadas a vários meses e as iniciativas do governo, mesmo não sendo as melhores, dizem respeito a obtenção de créditos.
De acordo com uma matéria do Economia UOL, o governo anunciou uma linha de crédito emergencial direcionado a pequenas e médias empresas, mas os bancos estão dificultando a liberação.
No entanto, a linha de crédito está ativa e se você fizer parte do grupo agraciado, poderá solicitar.
Mas será mesmo que é o momento de pedir empréstimo com objetivo de superar a crise?
Continue lendo e descubra quando buscar essa alternativa e não corra o risco de se endividar e não conseguir salvar seu negócio.

O Crédito é Uma Saída, Mas Quando Pegar Empréstimo Para Superar a Crise?

Sem dúvida pegar empréstimo para superar a crise é uma das alternativas plausíveis, mas é necessário fazer isso com o máximo possível de cuidado e planejamento.
Quase sempre, por falta de uma boa gestão financeira, as pequenas e médias empresas no Brasil vivem por um fio.
Por isso, ao menor sinal de colápso já se desestabilizam e correm grande risco de fechar as portas.
Considerando que estes empreendimentos são responsáveis por uma parcela importante de empregos, a primeira coisa que acontece é a demissão de funcionários e consequentemente, o aumento do desemprego.
Desse modo, os governos precisam auxiliar estes empreendedores a manterem as portas abertas.
Como falei anteriormente, nesse meio, contamos com a falta de conhecimento em gestão financeira, e isso pode ser vital no momento de empréstimo para superar a crise.
Não é raro, empreendedores optar pelo crédito e além de se endividar, não consegue salvar o negócio.
Mas e aí? Qual o melhor momento? Durante a fase difícil ou depois? Confira!

Pegar Empréstimo Durante o Colápso

A priori, esta alternativa é indicada quando os empreendedores não possuem caixa suficiente que lhe permita passar pelo período difícil.
Confira as vantagens de solicitar empréstimo para superar a crise nesse momento:
- Sana as dívidas de curto prazo;
- Ajuda a pagar os salários dos funcionários;
- Também resolve questões de emergência e urgência;
Entretanto, vale salientar que crédito com intuito de solução imediata de problemas e com aprovação rápida (crédito sem garantia), possuem taxas mais altas. Isso porque o risco de inadimplência é maior.
Sendo assim, o ideal é realizar um planejamento e pedir uma quantidade que seja suficiente, sem extrapolar.
A desvantagem maior da solicitação de empréstimo para superar a crise durante a mesma é que algumas vezes não sabemos quando tudo vai passar. Como é o caso do COVID-19.
Logo, os créditos de curto prazo podem não ser suficientes para que as empresas saiam disso e comecem a trabalhar novamente.
Sem dúvida, seria um desastre conseguir o empréstimo, pagar os funcionários e outras contas e quando as coisas melhorarem, não ter mais capital de manutenção, afinal leva-se um tempo até se recuperar.

Empréstimo Para Superar a Crise Após a Mesma

Esta opção é recomendada quando a empresa possui algum caixa que possibilite suportar o período difícil ou parte dele.
Os efeitos positivos dessa ação são muitos e, com toda a certeza, nesse caso, o negócio tem maiores chances de se manter.
Veja alguns benefícios:
- Permite ao empreendedor retomar o fôlego e recomeçar com mais gás;
- As dívidas podem ser negociadas com mais planejamento, tendo em vista que podemos prever melhor a recuperação do empreendimento;
- Os juros do empréstimo costumam ser mais baixos;
Por certo, se escolher esse caminho poderá planejar o pós-crise e otimizar o empréstimo adquirido.
Sem contar que após fases críticas é comum a economia dar uma alavancada sensível.
Por exemplo, depois do colapso energético do ano de 2001, o mercado se abriu e nos trouxe inúmeras soluções relacionadas aos gastos energéticos. Tivemos a explosão das lâmpadas de LED e chuveiros e eletrodomésticos que melhoraram sua eficiência com diminuição de gastos.
Em síntese, se puder escolher peça o empréstimo para superar a crise mais adiante. Assim terá certeza de que poderá colocar as contas em dia, podendo pagas suas dívidas.

15 de Julho de 2020